quinta-feira, 11 de setembro de 2014

MODO IMPERATIVO - VERBOS



O modo Imperativo expressa ordem, pedido ou conselho.

Não se conjuga o Imperativo na 1ª pessoa do singular 

( ninguém dá ordens para si mesmo )



IMPERATIVO AFIRMATIVO


IMPERATIVO NEGATIVO



EXEMPLOS:


                      


      
                               


                           



                                                        Fonte : Imagens retiradas da internet /google                                                         

                                                              




VERBOS INFINITIVOS



Quando o verbo termina em  
ARERIR ou OR 
 dizemos que ele está 
no infinitivo.

OBSERVAÇÃO
O verbo pôr, assim como seus derivados ( compor, repor, etc), pertence à 2°conjugação, porque na sua forma antiga a terminação era: ER:POER. A vogal E, apesar de haver desaparecido do infinitivo, revela-se em algumas formas do verbo: põe, pões, põem, etc.


ATIVIDADE


DENOTAÇÃO E CONOTAÇÃO - LÍNGUA PORTUGUESA


DENOTAÇÃO E CONOTAÇÃO







EXEMPLOS:





domingo, 7 de setembro de 2014

CAMADAS DA ATMOSFERA



Camadas da Atmosfera
1. A FAIXA DA VIDA
Nome - Troposfera
Altitude - De 0 km a 18 km
Temperatura - Até -60°C, nas partes mais altas
Concentra as maiores quantidades de gases indispensáveis para os seres vivos: 78% de nitrogênio, 21% de oxigênio e 1% de gás carbônico. Nela, ocorrem os fenômenos meteorológicos, como chuvas e ventos. E é por ela que transitam aviões, helicópteros, balões etc.
2. FILTRO SOLAR
Nome - Estratosfera
Altitude - De 18 km a 50 km
Temperatura - De -60°C a -80°C
Nela está a camada de ozônio, responsável por filtrar a radiação ultravioleta emitida pelo Sol. O famoso "buraco", na verdade, é a rarefação do ozônio e fica concentrado na Antártida, levado por fortes correntes de ar
3. PELÍCULA PROTETORA
Nome - Mesosfera
Altitude - De 50 km a 80 km
Temperatura - De -10°C a -100°C
Protege a Terra de meteoros. Eles caem a uma velocidade de 65 mil km/h, mas explodem ao encontrarem o atrito dessa fatia, aliado à baixa temperatura. Nela também se formam as intrigantes nuvens noctilucentes: compostas por minúsculos cristais de gelo que só são visíveis quando iluminados por baixo, no pôr do sol
4. CAMINHO PARA O SOL
Nome - Ionosfera ( Termosfera)
Altitude - De 80 km a 300 km
Temperatura - Pode chegar a 1.000°C
Nessa camada o ar já é muito rarefeito. É aqui que o vento solar é interceptado pelo magnetismo da Terra e direcionado para os polos, o que forma a aurora boreal. É também onde fica a ionosfera, faixa carregada de íons e que recebe e transmite as frequências do rádio
5. LACRE ESPACIAL
Nome - Exosfera
Altitude - De 300 km a 600 km
Temperatura - 1.000°C
É a transição entre a atmosfera e o espaço, por isso, vai terminando gradualmente até virar só espaço sideral! Nessa camada ficam os satélites espaciais que orbitam a Terra. Como o ar é extremamente rarefeito, a temperatura chega a 1.000 oC.
Fonte :
http://mundoestranho.abril.com.br/materia/quais-sao-as-camadas-da-atmosfera
Livro Geografia Crítica Vol. 1, de J. William Vesentini

CIÊNCIAS - OZÔNIO


camada de ozônio atmosfera

O ozônio é um gás que está presente em pequenas quantidades na nossa atmosfera. É encontrado em duas regiões: cerca de 10% na troposfera , região mais próxima da superfície da Terra, e 90% na estratosfera,  formando uma fina camada chamada de camada de ozônio.
Na superfície terrestre, o ozônio contribui para agravar a poluição do ar nas cidades e provocar a chuva ácida.
A camada de ozônio da estratosfera é importante porque absorve grande parte dos raios ultravioleta emitidos pelo Sol, especialmente a radiação ultravioleta , nociva à nossa saúde. É dessa forma que a camada de ozônio nos protege.
Em relação à saúde humana, acredita-se que a diminuição da camada de ozônio contribuirá para o aumento nos casos das doenças relacionadas à exposição excessiva  aos raios, como o câncer de pele; o crescimento das plantas pode ser diretamente afetado, danos podem ser causados aos peixes, camarões e caranguejos, anfíbios e outros animais, durante os estágio  inicial de desenvolvimento desses seres vivos – os efeitos mais são severos são a diminuição na capacidade da reprodução e o impedimento do desenvolvimento durante a fase de larva.
Com a utilização do CFC ( clorofluorcarbono) pela indústria em aerossóis, ares condicionados, refrigeradores, espumas isolantes e de outras substâncias destruidoras do ozônio, também chamadas de ODS, tais como pesticidas, o ser humano contribui para aumentar o tamanho do buraco na camada de ozônio.
O CFC é um gás utilizado em aerossóis, refrigeradores e na produção de matérias plásticas.

Para saber mais ...




7 DE SETEMBRO - DIA DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL


O 7 de setembro - importância
D. PEDRO I
                                          
O Dia 7 de setembro de 1822 foi muito importante na História do Brasil, pois foi nesta data que o príncipe regente Dom Pedro proclamou a Independência do Brasil. Desta forma, ficou oficializado o rompimento do vínculo de dependência que o Brasil tinha com relação a Portugal. 

Contexto Histórico

Dom Pedro vinha sofrendo forte pressão das cortes portuguesas para retornar para Portugal. A metrópole percebia que estava perdendo, aos poucos, o controle político do Brasil. As cortes portuguesas demonstravam forte interesse em recolonizar o Brasil, eliminando focos de resistência. A presença de Dom Pedro no Brasil atrapalhava estes interesses portugueses, porém o príncipe regente também sofria pressões da elite brasileira que estava ávida pela independência do país.

Como foi o 7 de setembro

Na tarde do dia 7 de setembro de 1822, Dom Pedro estava em São Paulo, nas proximidades do riacho do Ipiranga, após retornar de uma viagem a Santos. Neste local, o príncipe regente recebeu uma carta de um mensageiro. Nesta carta, as corte portuguesas exigiam obediência às ordens portuguesas e seu retornou imediato a Portugal. 
Foi neste momento que Dom Pedro proclamou a independência do Brasil, com o famoso grito: “Independência ou Morte!”. O fato histórico ficou conhecido nacionalmente como “O Grito do Ipiranga”.

O GRITO DO IPIRANGA
                 

Fonte :
http://www.suapesquisa.com/independencia/7_de_setembro.htm